quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Servidor público trabalha muito?

Há meias verdades. A maioria não é assim.

Com essas eleições em curso ouvimos muitas propostas de vários candidatos e praticamente são as mesmas, mas o Bolsonaro tem algumas que são diferentes dos da esquerda. Uma delas é a da privatização ou extinção de algumas empresas estatais. Com isso, muitos servidores públicos não gostam dessa ideia e declaram votos contra ele. Alegam que vão perder o emprego e que não vai ter mais concursos.

Eu não quero discutir aqui sobre essas tais privatizações e nem extinções dessas empresas. Vou abordar o que vejo e de relatos de servidores. Para quem não sabe. Eu sou servidor público de um órgão federal que é um dos maiores do Brasil. Então, tenho propriedade no que vou relatar.

Aqui na finansferas eu vejo que muitas pessoas criticam os servidores públicos e eles não estão errados na maioria das vezes. Claro que uma boa parte trabalha muito, mas outros apenas fingem. Aqui onde eu trabalho que é a parte administrativa a maioria trabalha muito pouco. E o problema é que vejo muitos reclamando que ganham pouco e que é uma mentira. Acho a pessoa hipócrita reclamar de ganhos sendo que ela não produz quase nada. Eu não falo nada. Eu ganho muito bem para o que faço que é quase nada atualmente. Já trabalhei muito aqui. Fiz vários sistemas, mas 90% deles foram jogados fora, pois o pessoal pede uma coisa, mas depois muda de ideia e também tem a ver com mudança de chefes. Esses sempre indicados por partidos políticos.

Tenho alguns colegas que são sinceros que trabalham ou trabalharam em outros órgãos e me diz que lá o pessoal trabalha pouco ou quase nada. Aqui o pessoal só fica em redes sociais. No meu caso eu aproveito para ler e buscar um jeito de ganhar dinheiro. Quando estou sem fazer nada.

Vejo o pessoal falando na mídia que estão precisando de mais servidores. Alguns órgãos precisam sim, mas muitos não precisam. Se o governo tivesse interesse em diminuir os gastos públicos, umas das coisas que poderia fazer é informatizar alguns processos que são manuais hoje. No órgão que trabalho, se integrar alguns bancos de dados em poucos anos a quantidade de servidores serão reduzidas em uns 80%, sem exageros. Imagine se isso for implantado em outros.

Eu faço parte do sistema e estou procurando um jeito de sair dele, mas só vou sair quando eu tiver uma garantia. A Independência Financeira é uma. Estou procurando um jeito de ganhar dinheiro por fora, pois não quero fazer parte desse sistema por muito tempo. 

Abraços,
Cowboy Investidor

42 comentários :

  1. Oi Cowboy, tb sou servidora pública e o chefe acabou de me pedir pra imprimir os últimos 2 anos de folha ponto de todos os servidores do setor, sendo q tá tudo digitalizado já. Essa burrocracia precisa acabar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Pois é, essas coisas do serviço público me deixa muito nervoso.

      Abraços.

      Excluir
  2. Ola Ci. Eu sou servidor público estadual e no meu caso trabalho muito. Tem dia que realmente não tem nada pra fazer. Mas isso é do meu serviço mesmo. Conheço algumas pessoas que ganham muito e produz quase nada. Estou no mesmo caminho que você tornar If pra sair do sistema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Aqui às vezes aparece muito trabalho, mas ultimamente não tem nada.

      Abraços.

      Excluir
  3. não sou servidor publico. mas um amigo que trabalha na Sefaz SP diz que alguns (não todos) auditores fiscais pagam um valor para determinados analistas fazerem o serviço deles, com isso eles podem se dedicar a outras atividades como coaching de concurso ou aulas. Mas essa não é a realidade de todos. Alguns trabalham muito, outros nem tanto e alguns não fazem nada.

    um outro colega que trabalha na prefeitura de SP area de fiscalização tb, disse que se o Prefeito mandasse metade dos fiscais embora, principalmente os mais antigos, não mudaria em nada...os caras não fazem a menor diferença, só pesam no orçamento. Não sei se é a realidade de outras prefeituras. Já que a Prefeitura de SP arrecada e muiiito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Isso que você falou acontece mesmo. Muita gente bate ponto e vai trabalhar em outro lugar.

      Abraços.

      Excluir
  4. Sou servidor público estadual e vejo muito servidor atoa e até fantasma. Esses são os "indicados" pelo REI. Os mais antigos (ANTES DE 1988) se deram bem pois possuem altos salários e mal sabem mexer no computador. Acredito plenamente que a tendencia é piorar mais e mais valorização de servidor e concursos.

    Já tenho buscado outras formas de renda para nao depender de repartição pública. A advocacia privada já exerço, porém ainda nao sinto seguro por causa de sua instabilidade no quesito honorários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gari,

      Aqui onde trabalho é cheio de velhos que não sabem fazer nada. Nem ligar o PC eles sabem.

      Abraços.

      Excluir
  5. Fala Cowboy, tudo certo?
    Também sou servidor público, onde eu trabalho ninguém trabalha até suar, mas todos trabalham, com exceção do chefe, que apenas assina, pois todo o procedimento chega pronto ao final pra ele.
    Tem dias que tem mais trabalho, outros nem tanto, mas faz parte.
    Tenho um conhecido que é servidor no TRE, e lá realmente é a maior mamata do mundo, além de trabalharem pouco, quando trabalham é só na época de eleições.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá PF,

      Geralmente os chefes só ficam em reuniões inúteis. Esse povo do judiciário tem muita mamata.

      Abraços.

      Excluir
    2. Cowboy sou do judiciário e lá não é muito diferentes do resto do serviço, tem lugar que se trabalha muito e lugar que se trabalha pouco.

      a maior diferença é o salário: órgãos como judiciário, MP, tribunais de contas e legislativo têm os melhores ganhos.

      abs!

      Excluir
  6. servidor publico trabalha forte? sei não. Venham aqui na lavoura pegar no cabo da enxada se nao gostam dai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem servidor público braçal também anom.
      Muitos imaginam sempre servidores públicos em escritórios e se esquecem que há garis, funcionários de companhias de esgoto que trabalham em ambientes sujos e fétidos. Tem o pessoal que trabalha em obras, operadores de máquinas pesadas, etc, etc.

      O funcionalismo administrativo ou jurídico é apenas uma das faces do serviço público.

      Excluir
    2. Quando eu era Gari....rapaz....era muita ralação de madrugada, de manhã... nao tinha um horário fixo. Ralávamos muito!!!! Parando o caminhao para carregar o lixo do pessoal...

      Excluir
    3. vdd, retiro o que disse. Fica apenas para os de reparticao publica que ficam dia todo no cafezinho e ar condicionado

      Excluir
    4. Olá Pessoal,

      Os servidores braçais são os trabalham mais. Garis tem meu respeito. Esses deveriam ganhar bem.

      Abraços.

      Excluir
  7. O funcionário público em geral tem um defeito. Ele não sai de seu emprego de jeito nenhum, o cara reclama, as vezes reclama anos a fio, mas cadê a coragem pra mudade de emprego?
    Claro que não são todos assim, mas vejo que esse perfil que citei é maioria.

    Tem funconário que fica doente por causa do emprego, entra em depressão etc. Mas muda de emprego? Não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse ponto é bastante relevante na discussão, e é algo que acredito fortemente que vai mudar nos próximos anos. A quantidade de concursos está cada vez menor, pois os governos não tem mais dinheiro pra pagar funcionários. Os fundos de pensão um a um estão em situação cada vez pior, com a grande maioria já sendo insustentáveis no médio prazo. E não há nada a se fazer, a não ser cobrar mais do pessoal na ativa, inclusive com vários casos de fundos que estão cobrando contribuição de quem já se aposentou.

      O servidor público não larga do osso pela ilusão da "estabilidade". O pessoal do RJ já se ligou que esse negócio de estabilidade não existe, mas mesmo com todo o choque de realidade muita gente ainda vai gritar nas ruas pelos "direitos".

      A maior ilusão do Brasil é a tal estabilidade do serviço públicos, seus fundos de pensão e o INSS. Quem ainda não entendeu que tem que guardar dinheiro todo mês e considerar as contribuições previdenciárias como dinheiro a fundo perdido, vai se dar muito mal em um futuro não tão distante.

      As repartições públicas funcionam à base de um sistema burocrático e falho. O Brasil é um dos países no mundo que mais tem funcionários públicos proporcionalmente. Se tem país que consegue fazer mais e melhor que a gente usando menos funcionários, tem algo muito errado aqui...

      Excluir
    2. Essa parte dos funcionários públicos proporcionalmente ser maior no BR é bem contraditório, tem muitos dados/opiniões que dizem o contrário disso, mas não sei a veracidade do seu argumento(se é achismo) ou a veracidade dos que afirmam o contrário.

      Excluir
    3. Sou o anon 18:28.

      Wannabe, penso o seguinte: Servidores que ganham pouco até 1.8k, 2k, tem um maior risco sim de depender de previdência seja pública ou privada.
      Mas quem ganha mais, ou mesmo quem não ganha tanto mas tem condições de poupar e investir ou ter outra fonte de renda tem mais é que fazê-lo.

      O funcionário público muitas vezes com 20 e poucos anos de idade já pensa em se aposentar onde trabalha.
      Paixão pelo que faz? Na mioria das vezes não, é que em tese é o caminho mais fácil. Uso isso como auto crítica também, apesar de não me imaginar trabalhando onde trabalho hoje a longo prazo.
      Mas pra isso ser possível sem grandes sustos é necessário um mínimo de preparo financeiro e nas condições que citei acima isso não ocorre.
      Dessa forma esse é mais um motivo para não sair de onde está. Um circulo vicioso que não tem fim enquanto a mentalidade da pessoa não muda.

      Outro ponto é cultura estabelecida. Na maioria dos casos quando um funcionário público demonstra interesse real em sair de seu emprego, tanto colegas, como outras pessoas ao invés de apoiar a possível iniciativa em mudar de vida, tratam de criticar a ideia, desencorajando a pessoa.

      Excluir
    4. Olá Pessoal,

      A maioria dos servidores não tem coragem de sair do trabalho. Como o Anônimo falou: Eles ficam doentes mas não sai. Aqui mesmo há muito desse tipo. Essa tal estabilidade deixa o cara muito acomodado.

      Abraços.

      Excluir
  8. Cara sou concurseiro, estou na fase anterior a sua, o pessoal mete o pau no funcionalismo, principalmente pelos salários(algumas profissões tem que ganhar bem mesmo, imagina se um PF ganhasse pouco, facilmente a lava-jato não teria saído do papel e nós estariamos com o Lula como candidato), o que sou contra é os benefícios além do necessário para algumas profissões, faz sentido um cara que ganha 30k ganhar auxílio moradia? Será que com tanto dinheiro não da pra alugar uma casa?
    Recentemente foi aprovado o decreto da terceirização, muitos aplaudem, mas na verdade isso só abre brechas para mais corrupção, pois afinal, o funcionário público pode até não trabalhar muito, mas terceirizar para empresas amigas do governo achando que é a solução é burrice.
    Se queremos enjugar a máquina pública, devemos investir em tecnologia para aumentar a eficiência, um exemplo bobo mas que deve ser comum em muitos orgãos, na minha UF os pontos são de escrever até hoje..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MA,

      Sim, tais profissões devem ser bem remuneradas. Eu também não concordo com esses auxílios. O cara já ganha bem e não precisa disso. É uma das coisas que devem ser cortadas são essas regalias.

      Tem lugar que nem ponto tem.

      Abraços.

      Excluir
  9. Fala Cowboy,

    Com certeza você é uma excessão, infelizmente a grande maioria dos servidores são relaxados, fazem horários ridículos e só fomentam a burocracia.

    O Brasil precisa urgentemente diminuir o tamanho do Estado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá EV,

      Obrigado pelo comentário. Pois é, quanto mais o pessoal é velho mais difícil de mudar. Aqui tem esse problema. Eles travam muito as coisas.

      Abraços.

      Excluir
  10. Há 4 anos atrás, o Brasil tinha aproximadamente 1milhão de servidores públicos federais. Hoje somos cerca de 600mil e a qualidade do serviço entregue para a população não mudou muito.

    O que percebo hoje é que ainda dá pra melhorar, mesmo com esse tanto de gente a menos. O problema que vejo é a má distribuição do serviço entre os servidores. Hoje, muita gente trabalhando direitinho, mas ainda com uma quantidade razoável de gente com pouca coisa pra fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Se for comparar o Brasil com outros países, aqui não tem muito servidores. Só que o salário é quase 5x maior em comparação a iniciativa privada. Por isso que se gastam muito. Mas também tem órgãos que tem em excesso.

      Abraços.

      Excluir
    2. De onde saiu"Há 4 anos atrás, o Brasil tinha aproximadamente 1milhão de servidores públicos federais. Hoje somos cerca de 600mil"

      Qual a fonte pra essa informação?
      Acho pouco provável isso ter ocorrido, pois a mudança da aposentadoria compulsoria (70 para 75 anos) ocorreu nesse período, fazendo uma galera permanecer.

      Excluir
  11. Cowboy, você falou sobre o seus colegas de trabalho e a falta de atividade de alguns no trabalho.

    Aí eu te pergunto:
    Como você lida com esse panorama no seu trabalho? O ambiente aí é bom? Tem muito colega FDP?
    Uma das coisas que mais prejudica um ambiente de trabalho é ter que lidar e conviver com: Falsos, fofoqueiros, puxa sacos, folgados etc. Como você lida com isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      O ambiente aqui é bom,mas tem alguns colegas FDP.Sou sempre criticado por eles por ser um cara que economiza e investe, mas eu não importo com o que eles falam. No futuro eles vão se tocar e ver que eles estavam errados.

      Abraços.

      Excluir
  12. Sou servidor da adm. direta concursado.

    Se demitisse os mais inúteis, revisse processos e procedimentos e tivesse bons sistemas integrados, poderia mandar 40% embora que ninguém sentiria falta.

    Só de servidor inútil eu penso haver entre 20 e 25%, que não faria falta nenhuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá EP,

      Aqui é a mesma coisa. Concordo com você.

      Abraços.

      Excluir
  13. Cowboy, tudo bem ? As planilhas de ações e FIIs, patrimônio e dividendos estão disponíveis em algum lugar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caio.

      Eu uso a planilha do Google. Elas meio bagunçadas. Por quê?

      Abraços.

      Excluir
  14. Fala Cowboy!

    Sou servidor público, porém braçal(não 100% do tempo, mas algo a 70%) e realmente, trabalha demais, tomo chuva, sol, etcs.

    Minha sorte que terminei minha faculdade, e comecei a fazer outros cursos, porém infelizmente moro num interior aonde a área que estudei(TI) tem poucas vagas. Mudar daqui não é uma boa alternativa por enquanto.

    Quem sabe eu tento empreender.

    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SB,

      Os caras que trabalham em serviços braçais são os que ralam mais.
      Hoje TI está pagando muito mal. Melhor um concurso ou empreendimentos.

      Abraços.

      Excluir
  15. Olá Cowboy!

    Concordo contigo que temos pessoas de todos os espectros dentro do funcionalismo público. O problema é que, enquanto existir estabilidade e segurança nas remunerações, a média tende a sempre cair em comparação ao setor privado.

    Muito boas suas sugestões de redução. É legal ver que existem pessoas do lado "de lá" com essa visão de eficiência para o país. Se o Brasil não mudar isso, seremos sempre um país de segunda classe. Isso se não ir ao fundo do poço de vez, como nossos vizinhos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André,

      Obrigado pelo comentário. O pessoal do serviço público é bem acomodado e a estabilidade faz com seja assim.

      Abraços.

      Excluir
  16. Olá Cowboy Investidor,

    Fiz um post em meu blog, onde conto a experiência de ser estagiário em uma instituição financeira pública.

    Se antes eu já não me imaginava como estatuário, depois dessa experiência as chances caíram mais ainda. Servidores públicos ganham bem, mas vivem uma vida vazia, devido ao trabalho estressante e monotono da semana, grosseria das pessoas (clientes principalmente), reclamam do governo, são na maioria de esquerda mesmo tendo um salário gordo, se comunicam apenas entre funcionários, passam a vida pensando no final de semana, onde a unica diversão é beber, beber e estragar a saúde.

    Isso eu não quero para mim.

    https://dreamerson18.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fim de seu comentário sobre passar a vida pensando no fim de semana, onde a única diversão é beber não é uma questão apenas do funcionalismo público. Boa parte da população vive assim.

      De qualquer forma boa sorte na sequência de sua vida profissional.

      Excluir
    2. Olá FV e Anônimo,

      O bom do serviço público é o salário. Às vezes eu acho que não bem aproveitado no meu trabalho.

      É verdade Anônimo. Isso é de quase todo mundo.

      Abraços.

      Excluir
    3. Claro que eu sei que 90% dos brasileiros fazem isso, mas não quer dizer que só por que todos fazem seja saudável.


      Excluir