domingo, 13 de outubro de 2019

Como foi minha viagem para: Tiradentes, Ouro Preto e Mariana (Minas Gerais)

Tiradentes
Em setembro eu viajei nas minhas férias para Tiradentes, Ouro Preto e Mariana. A viagem foi por 5 dias. Fiquei 2 dias em Tiradentes e 3 dias em Ouro Preto. A viagem foi feita com a minha namorada.

Ida a Tiradentes


Pegamos um avião até o aeroporto de Confins-MG. Onde pegamos uma van (da empresa de aluguel de carro) e fomos até a locadora. Lá pegamos o carro e partimos para Tiradentes. Passei em Belo Horizonte e pegamos a BR-040 até Congonhas. Essa estrada é duplicada, mas o trânsito é muito intenso, mas foi bem tranquilo para dirigir. Depois pegamos a BR-383. Essa estrada eu achei muito perigosa. Não tem acostamento na maioria e tem muitas curvas. Muito difícil fazer uma ultrapassagem. Passamos em São João Del Rey e fomos para Tiradentes que é colado.

Impressões sobre Tiradentes


Tiradentes é uma cidade bem pequena. As ruas são de pedras e bem tranquila para caminhar. Há alguns bares bons com músicas ao vivo e são bem tranquilos, mas os preços são bem salgados. Fomos em um bar que não era no centro que era muito grande, bem arrumado e preço bom.

Visitamos uma igreja que segundo o guia é a terceira igreja (Matriz de Santo Antônio) mais rica do Brasil (quantidade de ouro).

Ficamos em uma pousada bem tranquila. Tinha café da manhã e um quarto pequeno, mas bem aconchegante.

O que percebi que há muitos idosos visitando a cidade. Nunca vi tanto idosos na minha vida.

Ida a Ouro Preto


Tem duas opções para ir a Ouro Preto partindo de Tiradentes. Passando pela BR-383, MG-433 e MG-129. Porém eu decidi passa por outro caminho devido achar a BR-383 muito perigosa. Peguei o trajeto que passa por Barbacena. A BR-265, BR-040 e MG-129.

O trajeto até Ouro Branco até que é bem tranquilo apesar ter algumas curvas perigosas. Já o trecho entre Ouro Branco e Ouro Preto é bem perigoso. Cheio de curvas, ribanceiras, sem acostamento. Pensa no medo que passei.

Chegando em Ouro Preto eu vi o que era ladeira. Nunca tinha ido e nem visto uma cidade com esse perfil. Muito difícil de dirigir. Perdi por alguns minutos, mas o GPS me salvou. Na verdade, viajei com o GPS ligado o tempo todo. Estacionei o carro no hotel e só o tirei de lá quando fui embora.

Impressões sobre Ouro Preto e Mariana


Ouro Preto é uma cidade bem movimentada. Há muitos turistas e muita gente nova, já que lá tem uma universidade federal. As ruas são todas de pedras e ladeiras. Muito complicado de caminhar. Mulheres que gostam de salto não andam lá.

Há muitas igrejas. Cada uma com sua história. Visitamos muitas igrejas e algumas minas.
Há muito bares. A maioria bem caro, mas há alguns com preços razoáveis. Nesse caso a gente ia em alguns "caros" e depois em alguns mais em conta.

Pegamos o trem da vale e fomos a Mariana. No trem o guia conta a história do surgimento da estrada de ferro, da exploração, etc. O trajeto é bem interessante. Há cachoeiras e umas ribanceiras de tirar o fôlego. Para quem vai é melhor pegar o lado direito do trem.

Conhecemos algumas igrejas de Mariana, almoçamos e voltamos de ônibus.

Ficamos em um hotel bom, quarto grande e boa localização. Hotel era novo, mas respeitando a arquitetura da cidade.

Passamos 3 dias em Ouro Preto e depois fomos embora pela BR-356 e BR-040.  A BR-356 tem curvas mas é bem pavimentada e o trânsito não é intenso.

Impressões Gerais


Alugamos um carro 1.0 (Ônix). O carro é bem econômico. Gastamos apenas 1 tanque de gasolina (cerca de R$ 215,00). Eu nunca tinha dirigido um carro 1.0 na estrada. Eu passei muitos apuros com esse carro. Achei muito fraco e um pouco perigoso para viajar no tipo de estrada que passei. Pode ser que a surra que levei do carro é devido o tempo que que não dirijo (cerca de 2 anos). Não fizemos esses trajetos de ônibus  porque isso tomaria muito o tempo nosso. Porém, eu não pretendo alugar carro tão cedo para viajar. Eu não gosto de ficar dirigindo e ainda mais em viagens com carros alheios (apesar de estar segurado).

Foi uma experiência muito boa. Gastei pouca grana e a mulher dividiu tudo comigo. 

É isso pessoal. 

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Atualização do Patrimônio Financeiro - Setembro de 2019: R$ 318.905,73

Fechamento do mês de setembro de 2019. A bolsa subiu e meu patrimônio deu uma boa subida. Assim fazendo o meu patrimônio crescer cerca de 15k (aporte + rentabilidade).

O legal da renda variável é que em um mês o patrimônio pode cair muito, mas com uma boa recuperação o patrimônio pode dar um salto bem grande e até superando grandes "perdas". No ano passado a minha carteira de ações ficou quase o ano todo no vermelho. Porém este ano mesmo com algumas baixas ela está performando muito bem.

Esse mês não atualizei a rentabilidade do Boi Gordo, pois meu irmão não passou o fechamento ainda. Por causa dessa enrola que acontece com frequência vou deixar a parceria. Vou trabalhar só este ano.

Eu estava em férias em setembro e viajei para Minas Gerais (Tiradentes, Ouro Preto e Mariana). Logo fez com que meus aportes caísse um pouco. Mas nem tudo é aporte. Temos que ter equilíbrio e fazer o que gostamos de fazer. No caso viajar para alguns lugares.

O aporte do mês de setembro foi em ações.

Aporte em Ações: R$ 4.731,00
Aporte Total: R$ 4.731,00



Rentabilidade detalhada


A evolução do patrimônio segue firme. Com aportes constantes, reaplicação dos proventos e rentabilidade, a evolução do patrimônio está indo bem.

Hobbies 


Estou seguindo firme nas corridas, flexões. Tocando violão com mais frequência e lendo livros.

Os estudos de idiomas (inglês) estão menos intenso. Porém, estudo todos os dias um pouco.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

PGBL ou VGBL: Qual a melhor opção de Previdência Privada?

Autora: Julia Stano De Luca

Imagem Unsplash

Quando se fala em Previdência Privada, a maioria das pessoas tende a pensar que é somente um tipo de aposentadoria privada. Em outras palavras, muita gente ainda acha que este investimento é similar ao INSS, a tradicional previdência oficial.

Contudo, este produto financeiro vai muito além do que apenas garantir um complemento - ou mesmo um substituto - para a aposentadoria oficial, pelo INSS.

Como já estávamos comentando, adquirir um plano de Previdência Privada é investimento. E podemos dizer isso porque este produto financeiro serve para concretizar muitos outros objetivos, além de uma aposentadoria confortável. A gente dá ideias de como usar o dinheiro, após o resgate:
  • Aposentadoria confortável;
  • Compra de um imóvel;
  • Pagamento dos estudos dos filhos;
  • Abrir um negócio próprio e empreender.
Ou seja, após a fase de acumulação (conforme o investidor aporta o valor acordado mensalmente), é hora da fase de resgatar. E nessa fase é que ele irá optar pela tradicional aposentadoria, se optar por receber os valores por mês, como se fosse um salário; ou resgatar o valor integral, podendo realizar algum dos outros sonhos, como os do exemplo acima.

Aí, antes de contratar um plano, chega o momento de decidir qual a melhor opção de Previdência Privada: PGBL ou VGBL.

Sim, é que existem estes dois tipos de planos, e a maior diferença diz respeito ao Imposto de Renda, especialmente porque a Previdência Privada é uma despesa dedutível, ou seja, ela pode abater da base de cálculo para a hora de encontrar o valor a ser pago para a Receita Federal.

Antes de prosseguir com a leitura, vale lembrar que somente o investidor poderá decidir qual o melhor plano para ele, uma vez que ele terá que ponderar qual se adequa melhor às suas necessidades. Não tem resposta errada, o que interessa saber, desde já, é que vale a pena investir num plano de Previdência Privada.

PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre)


É o plano mais indicado para quem costuma declarar seu Imposto de Renda pelo modelo completo, pois é possível conseguir o abatimento de até 12% da renda tributável anual, desde que o investidor também contribua com a previdência oficial. 

Vale lembrar, também, que, no momento do resgate, apesar de acontecerem estas deduções ao longo dos anos, o Imposto de Renda devido será cobrado. 

VBGL (Vida Gerador de Benefício Livre)


Já quanto ao plano VBGL, a indicação é para os contribuintes que são isentos de declararem os seus Impostos de Renda ou que o fazem pelo modelo simplificado, porque não há incidência de Imposto de Renda sobre os aportes, apenas sobre o rendimento. 

O termo "Vida", na sigla, indica relação quanto ao patrimônio do investidor, ou seja: este plano permite que se possa incluir beneficiários, sendo que, portanto, em caso de morte, o benefício não integra o espólio e o resgate dos valores fica mais acessível.

Outros aspectos a serem considerados: as taxas de administração, a idoneidade da empresa a ser contratada, qual a taxa de juros para rendimento dos seus aportes o plano oferecerá. 

Com todos estes dados na mão é só tomar a decisão de onde adquirir o produto, pois você, agora, já conhece quais as diferenças entre PGBL e VGBL e pode realizar uma escolha consciente, focando na realização dos seus sonhos. 

Este é um artigo da Leoa que ajuda os contribuintes a lidar com o Leão (Declaração de Imposto de Renda).
Leia Mais ››

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Viva um mundo de abundância e não de escassez


Desde de criança que eu vivo no meio de pessoas que reclamam muito, por exemplo, não chove como antigamente, dinheiro está difícil de se conseguir. 

Eu tinha uma mente meio que programada para isso também. Só que aos poucos eu fui mudando isso. Isso aconteceu depois que fui morar na cidade e a ler livros sobre finanças, autoajuda, filosóficos, etc. E vi que reclamar não adianta, ou seja, isso só vai te prejudicar. É como a lei da atração. Se a  gente focar demais nessas coisas parece que nada dá certo. O negócio é para de reclamar e agir.

Sempre que tenho um tempo eu vou à casa de meus pais que é na roça e tenho contato com meus vizinhos e algumas pessoas da cidade e o que mais ouço são reclamações. Que o governo está mal, que não está chovendo o bastante, que o dinheiro sumiu. Vejo que isso não é só de lá. Também ouço isso de meus colegas da cidade grande. Portanto, acredito que isso é geral.

Em relação a dinheiro. Não veja isso como escassez. Veja como abundância. Ele não acabou, apenas muda de mãos. Enquanto você está aí reclamando. Seria melhor você buscar meios para atraí-lo. Parece que muitas pessoas não gostam de dinheiro, pois quando conseguem já querem se livrar dele rapidamente comprando passivo ou supérfluo. Compre ativos e faça o dinheiro trabalhar para ti. Faça seu dinheiro trabalhar dia e noite. Assim o dinheiro nunca vai ser escasso e sim abundante.

Abraços,
Cowboy Investidor

Leia Mais ››

sábado, 21 de setembro de 2019

Proventos Recebidos - Agosto de 2019

Olá senhores (as).

Voltando de férias e de novo à corrida dos ratos. Ainda bem que eu estou buscando a IF, pois essa vida de corrida dos ratos é péssima. Dá até uma "depressão" na volta.

Durante as férias eu visitei meus pais e algumas cidades históricas de Minas Gerais (Tiradentes, Ouro Preto e Mariana). Para quem gosta de história e uma boa culinária vale a pena.

Os proventos do mês de agosto foram altos. Acima de 1K. Ainda faltam 4 meses para o fim do ano. Vamos ver se vão bater a meta que são 12k.

Aos poucos meus proventos vão aumentando. Sempre é bom manter o foco e continuar aportando firme, pois para atingir a IF com aportes medianos o caminho é mais longo e leva um bom tempo.

Eu continuo aportando em renda variável. No momento estou aportando mais em ações. Eu vendi o FIGS11. Mesmo juntando os rendimentos ainda fiquei no prejuízo. A venda foi porque os rendimentos estão ridículos e há outros melhores no mercado.

Como há variações de pagamentos nos meses. O meu foco é mais no crescimento anual. E isso está ocorrendo muito bem. Também devido ao meu aumento de patrimônio com aportes constantes.

Proventos Detalhados


Proventos de Agosto: R$ 1.308,15
Proventos Totais ano 2019: R$ 8.118,38

Proventos Totais: R$ 18.153,25

Progresso dos proventos mensais e anuais em gráficos      





Os proventos são reinvestidos todos os meses como o objetivo de formar a bola de neve.

Atenciosamente,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Atualização do Patrimônio Financeiro - Agosto de 2019: R$ 303.509,88

Fechamento do mês de agosto de 2019. A bolsa oscilando demais e meu patrimônio oscilando mais ainda.

A carteira ficou no vermelho. Nem o aporte ajudou a segurar a baixa. O que ficou no azul foi apenas o Boi Gordo, mas só um aumento bem fraco.

Como estou quase 100% em renda variável e o patrimônio está oscilando muito. Para baixo ou para cima.

Estou entrando em férias. Nesse caso, o blog vai ser pouco atualizado. Vou apenas responder os comentários.

O aporte do mês de agosto foi em ações e FII. Tive uns gastos a mais e foi um aporte abaixo da média.

Aporte em Ações: R$ 2.400,84
Aporte em FII: R$ 2.484,80
Aporte Total: R$ 4.885,64



Rentabilidade detalhada


A evolução do patrimônio segue firme. Com aportes constantes, reaplicação dos proventos e rentabilidade, a evolução do patrimônio está indo bem.

Hobbies 


Estou seguindo firme nas corridas, flexões. Tocando violão com mais frequência e lendo livros.

Os estudos de idiomas (inglês) estão menos intenso. Porém, estudo todos os dias um pouco.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Participação no podcast do Sr. IF365

Fonte

Eu fui entrevistado pelo Sr. IF365. Dá uma passadinha no blog dele e ouça a nossa conversa.
Quem tiver alguma pergunta, sugestão, dúvida ou crítica. Deixe aqui ou lá nos comentários.

Clique aqui para acessar.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››