terça-feira, 14 de agosto de 2018

Proventos Recebidos - Julho de 2018

Olá senhores (as).

Mais um mês de proventos recebidos.  Mês de julho foi um pouco menor em comparação ao mês anterior, mas em comparação ao mesmo mesmo ano passado o aumento foi bem significativo. O yield não está muito bom, mas aos poucos está crescendo ao passar dos anos.

Acredito que nos próximos meses o valor dos proventos recebidos vão aumentar devido a maior quantidade de dinheiro aportado em ações.

A minha previsão é dobrar os proventos recebidos em relação ao ano passado. Esses proventos vêm dos FII's e da minha carteira de ações. No longo prazo quero viver de dividendos e não quero desfazer de ativos para cobrir meus gastos.

Como há variações de pagamentos nos meses. O meu foco é mais no crescimento anual. E isso está ocorrendo muito bem. Também devido ao meu aumento de patrimônio com aportes constantes.

Proventos Detalhados


Proventos de Julho: R$ 475,57
Proventos Total ano 2018: R$ 4.424,62

Proventos Total ano 2016, 2017 e 2018: R$ 7.424,55

Progresso dos proventos mensais e anuais em gráficos  





 É isso pessoal. Espero que neste ano de 2018 eu consiga bater minha meta (6k) de proventos.

Atenciosamente,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Dance conforme a música


Eu vejo muitas pessoas reclamando da vida. Que a vida está difícil, que não tem dinheiro, que não tem emprego, que não arrumou um emprego na sua área de formação, ou seja, muitas reclamações. Eu era uma dessas pessoas, mas eu procurei mudar e aprender com os meus erros e comecei a dançar conforme a música.

Eu sai da zona rural para fazer um curso na área de tecnologia da informação (TI). Eu acreditava e todo mundo do meu convívio que fazer uma graduação te daria um bom emprego e que você se tornaria bem sucedido. Só que lá pelo meio do curso vi que toda aquela maravilha que falavam sobre cursos superiores era balela, e aquele sonho de ganhar um bom salário começou a ir por água a baixo.

Torrei todas as minhas economias e um pouco do meu pai para pagar aluguel e as despesas básicas. O curso eu não paguei porque cursei em uma universidade pública. Quando eu me formei eu mudei de cidade. Fui para a capital (Belo Horizonte) com a esperança de arrumar um bom emprego, mas já estava ciente que o salário não era tão bom. Só que pela minha pouca experiência não conseguia ser contratado.

Mesmo indo bem nas provas aplicadas pelas empresas. A desculpa era sempre a mesma. "Você foi bem na avaliação, mas tem pouca experiência". Eu já estava ficando nervoso e já estava respondendo: "Se ninguém me dar uma oportunidade nunca vou ter experiência suficiente". Eles davam aquele sorriso sarcástico. Já estava ficando muito triste com a situação e jurei que não voltaria para roça, mas se não conseguisse nada voltaria e recomeçaria. Mudei meu currículo e consegui um trabalho de peão em poucos dias e durante esse emprego ia em algumas entrevistas de empregos da minha área.

Durante esse período que estava procurando emprego na minha área pensava que o pessoal estava tendo preconceito por eu ser de outra região, mas tirei isso de cabeça. Acredito que esse pensamento era por causa das dificuldades.

Eu trabalhei uns 6 meses de peão e consegui dois empregos na minha área ao mesmo tempo, então escolhi um que era mais o meu perfil. Depois desse emprego nunca tive mais dificuldade em conseguir outros empregos. A experiência me ajudou muito e também por eu ser um programador razoável. Dispensei muitas oportunidades depois de conseguir um bom currículo.

Só que tinha uma coisa que estava muito me deixando desanimado e, isso era o salário baixo. Então, eu decidi estudar para concursos com o objetivo de conseguir um salário melhor e hoje eu sou servidor público. Não era o que eu sonhava, mas comecei a dançar conforme a música e não ficar reclamando por aí.

O que eu aprendi durante esses anos que você deve dançar conforme a música e parar de tentar de lutar contra o sistema. Se eu tivesse conhecimento que tenho hoje, eu não tinha feito curso superior, no máximo estudado para um concurso quando resolvi sair da roça. 

Não sei como estaria hoje caso eu não tivesse saído da zona rural, poderia estar na pior ou melhor que hoje. Só sei que eu só comecei a ter algum retorno depois de 10 anos. Com 28 anos eu tinha menos patrimônio em comparação aos 18 anos. Durante muito tempo eu reclamava. Quando tinha 18 anos era mais rico do que hoje. Que merda! Só tenho um pedaço de papel (diploma).

O meu conselho é: não seja orgulhoso. Se você fez um curso e não encontra emprego na área, mude. Não fique reclamando. Se for para trabalhar de peão, trabalhe. Um pedaço de papel não faz você melhor. Procure dar a volta por cima. Arrume um emprego, monte um negócio. O importante é ganhar dinheiro. Quem trabalha por hobby é gente rica. Tenho um irmão que fala: "Se varrer rua paga mais, então vou trabalhar varrendo rua e fodas o meu diploma".

Abraços,
Cowboy Investidor

Leia Mais ››

terça-feira, 31 de julho de 2018

Atualização do Patrimônio Financeiro - Julho de 2018: R$ 166.997,32

Olá Senhores (as),

No mês de julho a bolsa deu uma recuperada e muitos dos meus ativos subiram. Porém algumas ações estão estacionadas, por exemplo, UGPA3 e CIEL3. No caso da CIEL3 despencando cada dia. No meu ponto de vista a empresa não está ruim e vi que ela está se desenrolando para bater de frente com a concorrência que aumentou de uns anos para cá.

Esse mês não fiquei no vermelho. Meu capital está recuperando aos poucos, só que o investimento no Projeto Boi Gordo teve uma baixa, um animal morreu, então não tenho mais lucro nesse investimento. Se nada morrer, o dinheiro só se recuperará lá para o final do ano caso eu não aporte mais.

Eu tenho uma grana investida no MFII11 e agora é esperar as conclusões da CVM.

Os aportes foram desse mês de julho foram no PBG e em FII's.

Saldo Anterior: R$ 155.234,32
Aporte Anterior: R$ 4.156,95

Patrimônio líquido: R$ 166.997,68
Aporte em BG: R$ 4.050
Aporte em FII's: R$ 1.575,05
Aporte Total: R$ 5.625,05



Rentabilidade detalhada


A evolução do patrimônio segue firme. Com aportes constantes, reaplicação dos proventos e rentabilidade, a evolução do patrimônio está indo bem.

Hobbies 


Estou seguindo firme nas corridas, mas nada de tocar violão. Antes eu tocava todos os dias, só que agora não tenho mais vontade e isso é muito triste, pois era uma coisa que gostava muito. Vou tentar me esforçar para voltar a tocar.

Eu tinha falado no post anterior que iria estudar árabe ou francês. Eu escolhi o francês e já faz quase 1 mês de estudo. Não é tão fácil, mas estou aprendendo bastante.

Abraços,
Cowboy Investidor

Leia Mais ››

quarta-feira, 25 de julho de 2018

3 maneiras de investir em gado

 

Gado significa conjunto de animais (carneiros, cavalos, bois, cabritos etc.). Mas vou falar apenas dos bovinos.

Há várias maneiras de investir em gado, por exemplo, na bolsa (boi gordo), mas vou abordar 3 formas  tradicionais de investimentos: Gado de leite, gado de corte e a revenda. Para investir em gado não significa que você precisa de terras, mas a maioria das pessoas que trabalham com esse investimento a possui. 

Aquelas pessoas que não possui terras, geralmente elas trabalham com aluguel da terra (pasto) por alguns dias ou meses ou por arrendamento que pode variar por anos. A seguir descreverei de forma sucinta as 3 maneiras de investimentos.

Gado de leite


O leite é muito utilizado na fabricação de muitos produtos no mundo. Então, a demanda é muito alta. Para quem tem criação de vacas leiteiras ele pode optar por vender o leite puro ou produzir algo, por exemplo, queijos, iogurtes, doces, etc. 

O preço do leite, na seca é bem mais caro do que nas águas. Na seca a produção geralmente é menor e nesse caso o preço é mais alto. 

Para quem decide fazer queijo o trabalho é maior do que só vender o leite. No entanto, quem faz queijo pode engordar porcos com o soro. E eu acredito que nesse caso seja até mais rentável.

O investimento nesse negócio pode variar muito. Depende do tanto de vacas que você deseja. Pode ser uma ou até 100, por exemplo. Depende da quantidade de dinheiro que você tem. Para aqueles que possui poucas vacas, a ordenhadeira não é necessária, mas para quem tem muitas acredito que a utilização dessa máquina é mais útil. 

A quantidade de terra aqui não precisa ser muita. Muitos criadores tem poucas hectares, e nesse caso eles plantam milho sorgo, milho para fazer silagem. 

Vacas leiteiras costumam ser caras. Claro, isso depende da quantidade de leite que elas produzem.  Para quem tem interesse nesse investimento deve-se comprá-las em leilões ou em alguma fazenda.

Gado de corte


No meu ponto de vista esse tipo de investimento da menos trabalho do que gado de leite. O preço da arroba do boi costuma variar menos do que o do leite. Aqui a dedicação é menor dependendo da forma que você trabalha. Para aqueles que optam em engordar o gado através de rações (confinamento) o trabalho é maior, mas os resultados serão mais rápido. Também muitos fazem o misto, que é criar no pasto e dar rações em uma parte do dia.

Se você deseja criar o gado apenas em pasto, a necessidade de terra é bem maior em comparação aos que engordam o gado em confinamento. 

O investimento nesse negócio pode ser baixo ou alto. Isso vai depender de quanto dinheiro você tem. Aqui o gado é bem mais barato em comparação com vacas leiteiras. 

Revenda de gado


A revenda de gado é praticamente um trade se formos comparar com a bolsa de valores. Aqui você compra por um valor e tem o objetivo em vender mais caro. Você pode trabalhar com bezerros, gado de corte, ou seja, vai depender dos seus estudos sobre o mercado.

Muitas pessoas que trabalham com esse tipo de investimentos não possui terras. Nesse caso eles compram e revendem para outro comprador sem a necessidade de levar o gado para a sua propriedade caso tenha. Ou seja, já entrega o gado na propriedade do novo comprador.

Esse tipo de investimento é muito rentável para quem sabe trabalhar. Se você tem clientes certos e confiáveis o lucro aqui é certo. Conheço muita gente que ficaram ricos com esse tipo de negócio.

Como falei no início do texto, a minha abordagem sobre esse assunto seria de forma sucinta. Para aqueles que tem interesse em investir em gado e não tem muito conhecimento deve-se pedir conselhos a um fazendeiro ou a uma pessoa especializada nesse ramo. Investir em gado é um dos melhores investimentos. Acredito que seja melhor do que investir em ações.

Abraços,
Cowboy Investidor

Leia Mais ››

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Por que eu estou buscando a Independência Financeira?


Antes de responder essa pergunta vou fazer uma introdução sucinta da minha jornada.

Desde quando era criança eu sonhava em ter uma vida boa. Não se preocupar com falta de dinheiro, ter uma boa casa, formar uma família, etc. Mesmo vivendo na zona rural sonhava em ser um astronauta, coisa de criança, mas na verdade eu ficava fascinado pelas construções e com o espaço sideral. Acredito que alguma engenharia ou astronomia encaixaria nisso que queria ser.

Na adolescência eu me interessei pela computação ao fazer um curso de windows na escola onde estudava. Então, o meu foco foi fazer um curso nessa área. Quando concluí o ensino médio me mudei para a cidade, fiz pré-vestibular e passei em um curso da área de computação em uma universidade pública. No início tive muitas dificuldades, nem sabia digitar e abrir um programa no computador, pois tinha esquecido tudo que tinha aprendido naquele curso de informática devido a ficar vários anos sem ver um computador.

Com persistência aprendi a trabalhar com computadores e me formei sendo um dos melhores da turma. Claro que ser bom na área acadêmica não é sinal que vai ser bom nas empresas, mas tive a sorte de me dedicar à programação e isso me ajudou a conseguir empregos.

Sendo um programador comecei a questionar a rotina desse trabalho. Ficar várias horas na frente de um monitor programando se era isso que eu queria para minha vida. Ficar aguentado clientes te enchendo o saco por causa de sistema. Ficar corrigindo erros dos outros. Ficar fazendo horas extras (que nem são pagas, hoje vai tudo para banco de horas) e a dor de cabeça que a programação te dá. 

Após questionar essas coisas vi que essa área não faz muito sentido para mim, pois eu não quero me envelhecer trabalhando em ambiente fechado por vários anos, aguentando chatices das pessoas e não ver o que construí. Não acho saudável uma pessoa trabalhar em um ambiente fechado e na frente de um monitor por 30, 40 anos. Isso eu não quero para a minha vida.

Hoje trabalho em um órgão público na minha área de formação. Tenho um salário bom para os padrões brasileiros. Eu uso parte desse dinheiro para eu conseguir a IF (Independência Financeira). Não vejo muito sentido ficar trabalhando nessa área por muito tempo. Tudo que faço se perde rápido, pois a tecnológica muda muito. Não é como uma obra de um engenheiro que dura décadas ou centenas de anos. Também não gosto dessa rotina de trabalhar 8h/dia e 40h/semana. Na verdade, não gosto dessa vida de corrida dos ratos.

Para falar a verdade, eu não gosto dessa vida de trabalhar em ambientes fechados com ar-condicionado, na frente de monitor, em baias. E claro, dessa vida agitada da cidade grande. Então, é por isso que busco a IF. Estou no começo, mas como eu não pretendo uma IF pomposa isso não vai demorar muito para chegar. A minha meta é me "aposentar" aos 40 anos, mas acredito que conseguirei antes.

E aí pessoal, seu trabalho atualmente fará sentido para você no futuro?

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Proventos Recebidos - Junho de 2018

Olá senhores (as).

Mais um mês de proventos recebidos. A média está sendo muito boa. Estou cogitando adicionar mais uma ação na minha carteira. Estudei um pouco a EGIE3. Para mim ela é uma das melhores elétricas da bolsa. Não invisto em nenhuma desse ramo e acho que é uma boa ter, pois meu foco é dividendos e esse tipo de empresa é mais resiliente em tempos de crises.

Espero comprar mais ações e FII's até o final do ano com um preço bom. E claro, acreditando que o Brasil não piore mais.

A minha previsão é dobrar os proventos recebidos em relação ao ano passado. Esses proventos vêm dos FII's e da minha carteira de ações. No longo prazo quero viver de dividendos e não quero desfazer de ativos para cobrir meus gastos.

Como há variações de pagamentos nos meses. O meu foco é mais no crescimento anual. E isso está ocorrendo muito bem. Também devido ao meu aumento de patrimônio com aportes constantes.

Proventos Detalhados


Proventos de Junho: R$ 550,48
Proventos Total ano 2018: R$ 3.949,05

Proventos Total ano 2016, 2017 e 2018: R$ 6.948,98

Progresso dos proventos mensais e anuais em gráficos  



 



 É isso pessoal. Espero que neste ano de 2018 eu consiga bater minha meta (6k) de proventos.

Atenciosamente,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Atualização do Patrimônio Financeiro - Junho de 2018: R$ 155.234,32

Olá Senhores (as),

Voltando de férias. Fiquei descansando uns dias na roça e não fiquei muito ativo na blogosfera. Então,  mais um fechamento de 2018. 

Mais um mês no vermelho, mas os aportes continuam do mesmo jeito. Ou recuperamos ou nos ferramos. Dessa vez a queda foi menor, mas não vou aproveitar muito neste mês de julho, pois a maioria do aporte foi direcionado para o Projeto Boi Gordo.

Aproveitei esses dias de férias para ver o empreendimento do meu irmão de perto. O gado está engordando rápido e ele tem muita ração para engorda. Aos poucos os negócios vão melhorando. Para impulsionar o negócio ele está engordando uns bois de um boiadeiro que é chegado dele. Espero que a partir do ano que vem ele toque o negócio sozinho.

Eu vendi um TD Selic e comprei ações. Mês de junho o aporte foi todo em ações.

Saldo Anterior: R$ 160.740,57
Aporte Anterior: R$ 5.386,04

Patrimônio líquido: R$ 155.234,32
Aporte em Ações: R$ 4.156,95
Aporte Total: R$ 4.156,95




Rentabilidade detalhada



A evolução do patrimônio segue firme. Com aportes constantes, reaplicação dos proventos e rentabilidade, a evolução do patrimônio está indo bem.

Hobbies 


Estou seguindo firme nas corridas, mas não corri quando estava em férias, apenas andei de bicicleta.

Estou pensando estudar francês ou árabe. Até no fim deste mês decidirei qual vai ser primeiro, mas a intenção é de ser flente nos dois.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››