segunda-feira, 21 de maio de 2018

Como economizar com plano de saúde


Pelo que mostram muitas pesquisas é que a maioria dos brasileiros não tem plano de saúde. Muitos por não ter condições de pagar. E o que resta é ser atendido pelo SUS, que muitas das vezes não oferece um bom suporte devido o descaso dos governantes com a saúde pública. Isso geralmente ocorrem mais nas grandes cidades, devido a grande quantidade de pessoas. Em muitas cidades pequenas e de porte médio o SUS oferece um atendimento de regular a ótimo.

O Brasil com essa crise, o povo está sem dinheiro, sem emprego e outros que tem empregos procuram cortar alguns gastos. Mas mesmo assim não querem ficar sem plano de saúde. Dependendo da pessoa, ter um plano de saúde é essencial. Por exemplo, quem tem filhos pequenos, pessoas idosas ou quem tem alguma doença crônica. E ficar dependendo do SUS para tudo às vezes não é o essencial.

O que muita gente não sabe é que tem vários tipos de planos e que eles podem ser adquiridos conforme a sua necessidade, por exemplo, plano básico, plano intermediário, plano executivo.

Plano básico

  • Abrangência regional e também pode ser nacional. 
  • Cobertura de exames simples.
  • Quartos coletivos.
  • Cobre sessões de fisioterapia, mas é limitado.

Plano intermediário

  • Abrangência regional e também pode ser nacional.
  • Cobertura de exames simples e mais complexos.
  • Quartos individuais.
  • Cobre sessões de fisioterapia e também sessões de quimioterapia.

Plano executivo

  • Abrangência nacional e assistências em viagens internacionais.
  • Os quartos já são maiores e melhores e individuais.
  • A quantidade de laboratórios que atende já é bem maior.
  • Cobre quimioterapia e fisioterapia.


Plano de abrangência regional


Esse plano pode incluir todos os tipos de plano, mas a sua abrangência é regional. Geralmente atende em uma região, como uma capital e seus entornos. Esse plano é bem mais barato do que o de abrangência nacional. E dependendo da cidade é bem melhor adquiri-lo do que um de nível nacional. A maioria das capitais tem hospitais bons e clínicas boas. Para quem não viaja muito esse plano está de bom tamanho. 

Plano de abrangência Nacional


Esse plano pode incluir todos os tipos de planos e geralmente tem assistência internacionais. Porém é bem mais caro. Chega a ser o dobro do preço. Claro que tem muitas vantagens, mais para pessoas que passam 90% do tempo em sua cidade e quer "economizar" ou não tem muitas condições para pagar esse plano é melhor ter um regional.

Existem outras formas de classificações de planos e combinações. O que você pode fazer é perguntar a empresa (do plano) quais são as opções, o que tem incluso ( o que atende/cobre) e adquiri-lo conforme a sua necessidade. 

Eu mesmo troquei meu plano de abrangência nacional por um plano de abrangência regional. E a diferença de preço é praticamente o dobro.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Qual foi o seu primeiro investimento?

Algumas pessoas começam a investir desde novo já outras quando estão adultas e outras praticamente não investem. Nesse caso estou falando de investimento financeiro, imóveis, gados, etc. Não vou entrar em investimentos como educação e outros similares. Vou contar uma historinha como eu comecei.

Eu comecei a investir quando era criança. Na verdade foi com ajuda de meu pai, pois pela minha idade que na época era de 6 anos eu não tinha saberia em fazer um negócio 100% sozinho, mas já tinha sabedoria em reconhecer o que meu pai estava fazendo.

Na zona rural, geralmente os afilhados ganham presentes de seus padrinhos. E no meu caso eu ganhei um leitão da minha madrinha. Tive a sorte de ter pais que não comem as coisas dos filhos. Falo isso porque eu conheço muitos pais que vendem as coisas dos filhos, meu pai que é padrinho de várias pessoas já "cansou" de presentear seus afilhados e os pais deles comem tudo, em vez de começar fazer um patrimônio para o filho.

No meu caso, meu pai engordou o leitão e vendeu. Ele ficou com o dinheiro, mas me deu uma bezerra quando uma vaca dele pariu. Eu lembro disso com perfeição, parece que foi ontem. Era uma bezerra castanha e tive a sorte dela não morrer e parir várias vezes. E claro, suas filhas também pariram, assim aumentado a quantidade de animais.

Antes de eu sair da roça para ir estudar eu comprei algumas vacas, mas o que me ajudou foi o primeiro investimento. Esse investimento foi o que me ajudou a bancar meus estudos. Nem sei se estaria hoje aqui escrevendo se não fosse isso. 

Eu fiquei muito puto depois que me formei, pois tinha gastado todo o meu patrimônio e só tinha um diploma e nem um centavo no bolso. Comei a trabalhar em empregos que remuneravam pouco e não sobrava quase nada para investir. Olhava para o passado e era mais pobre em comparação quando eu tinha 18 anos.

Porém tive a "sorte" de entrar no sistema e virar servidor público, e foi isso que me salvou da minha frustração de ter jogado tudo fora.

Eu contei essa história para abrir a mente das pessoas que é possível investir com pouco e que no longo prazo o patrimônio tende a ser grande. O Investidor Inglês fez um ótimo estudo de caso mostrando que investir com pouco dinheiro é possível ter um ótimo patrimônio no longo prazo. Clique aqui para acessá-lo.  Eu tenho um irmão que começou com uma galinha e conseguiu várias vacas. Então, você pode começar com 1 real, não precisa ter muito para começar a investir.

É isso pessoal. Conte nos comentários quando vocês começaram a investir.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Proventos Recebidos - Abril de 2018

Olá senhores (as).

O mês de abril os proventos voltaram ao normal, mas em comparação com os meses anteriores foram maiores, só não bateram o mês de março, pois foi um mês atípico devido a Itaúsa distribuir um "caminhão" de proventos. Só com 4 meses já estou praticamente batendo o ano anterior. Isso mostra que meus investimentos já começam a fazer efeitos, e é que só tenho 2 anos de bolsa.

Estou com quase mais de 70% de patrimônio alocado em ações e pretendo aproveitar por enquanto algumas ofertas, pois quero alocar mais dinheiro em FIIs, a previsão é ter no mínimo 30% de alocação nesses ativos.

A minha previsão é dobrar os proventos recebidos em relação ao ano passado. Esses proventos vêm dos FII's e da minha carteira de ações. No longo prazo quero viver de dividendos e não quero desfazer de ativos para cobrir meus gastos.

Como há variações de pagamentos nos meses. O meu foco é mais no crescimento anual. E isso está ocorrendo muito bem. Também devido ao meu aumento de patrimônio com aportes constantes.

Proventos Detalhados


Proventos de Abril: R$ 680,50
Proventos Total ano 2018: R$ 2.814,91

Proventos Total ano 2016, 2017 e 2018: R$ 5.814,84

Progresso dos proventos mensais e anuais em gráficos  





 É isso pessoal. Espero que neste ano de 2018 eu consiga bater minha meta (6k) de proventos.

Atenciosamente,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Sua corrida pela Independência Financeira incomoda as pessoas?


Olá pessoal,

Estou escrevendo esse post mais por um desabafo. Não sei se sua busca pela Independência Financeira incomoda algumas pessoas, mas a minha sim. Principalmente alguns colegas de trabalho. Eles sabem disso porque é difícil esconder. Eles sabem que poupo e invisto dinheiro. Isso devido a eu não seguir os seus interesses.

Interesses que são: gastar todo salário mensal, comer em restaurantes caros, usar celulares de última geração, gastar em baladas, pagar o mínimo do cartão de crédito, etc. E ainda alguns reclamam que o salário não dá. A pessoa tem um salário de quase 10k e fala que não consegue poupar nada. Isso já é brincadeira.

Claro que não são todos que ficam fazendo brincadeira de mau gosto comigo. Uns são de boas. Vivem sua vida tranquila e prefere não opinar e nem criticar o próximo, às vezes até se interessa, sendo que alguns (uns 3) até segue o meu caminho.

Tenho alguns colegas que chegam a ser "escrotos" e falam muita merda. E começa a questionar e falar frases e perguntas como:
  • Você nem gasta, só trabalha para poupar.
  • Você quando chegar aos 60 anos com esse tanto de dinheiro vai se arrepender porque não curtiu.
  • Você nem compra nada para casa. Nem internet tem.
  • E se você morrer antes dos 60 anos nós vamos rir muito no seu enterro por ter vivido só para juntar dinheiro.
  • A maioria dos ricos reclamam na velhice alegando que não aproveitou a vida.
  • Você não tem coragem de deixar o trabalho ganhando mais de 10k mensais.
  • Para que você quer esse tanto de dinheiro?
  • Como você vai fazer quando tiver 1M, por exemplo, como vai gasta-lo?
  • Você não vai desfrutar do dinheiro porque está velho e fraco.
  • Se você atravessar um rio a nado com um sonrisal (comprimido) na mão, vai chegar do outro lado com ele intacto.

Eu com esse tanto de questionamento foi o jeito falar alguma coisa. Falei que eles estão equivocados. Não conhece nada de finanças, são míopes e que estão na corridas dos ratos (expliquei a definição) e falei que vou viver da renda da grana (renda passiva), mas não prolonguei muito.

Em primeiro lugar eu não pretendo me "aposentar" aos 60 anos. A pretensão é aos 40 anos. Eu sou um cara frugal e creio que tenho uma vida muito melhor do que esses colegas, pois não me preocupo de ficar sem dinheiro, de esbanjar para os outros. Tenho o necessário em minha casa.

Não sou um cara de muitas viagens nas costas, mas quando viajo não sou de ficar postando fotos em redes sociais e de nem atualizar status de whatsApp. Não sou de baladas e nem fico comprando combos de whisky com RedBul e postando na internet.

Não me preocupo com reforma de previdência como a maioria das pessoas e deles. E também com a busca incessante de passar em outros concursos.

Há muitas coisas que tenho para falar, mas vou ficar por aqui. É como dizem por aí. Quando você está causando incomodo nas pessoas é porque você está certo.

E vocês sentem que algumas pessoas ficam incomodas com a sua busca pela IF?

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

terça-feira, 1 de maio de 2018

Atualização do Patrimônio Financeiro - Abril de 2018: R$ 176.110,50

Olá Senhores (as),

Mais um fechamento de 2018. Agora o do mês de abril. Esse mês fiquei no vermelho de novo, parece que que não vou sair mais da casa dos "70". Mais uma vez meu patrimônio cresceu com o aporte. Dessa vez toda a carteira de ações ficou no negativo. O que mais me segurou foi que fiz um aporte maior em gado.

Eu fiz um aporte de R$ 4.500,00 no projeto Boi Gordo e neste mês vou aportar mais um pouco. Os bois estão engordando muito bem. Vamos vender alguns este mês e comprar mais. No próximo mês a alocação feita para esse ativo vai mudar de rentabilidade Zero.

Os aportes foram em ações e no projeto Boi Gordo. Por enquanto TD sem aportes no ano.

Saldo Anterior: R$ 173.529,37
Aporte Anterior: R$ 6.573,80

Patrimônio líquido: R$ 176.110,50
Aporte em Ações: R$ 1.560,40
Aporte em Gado: R$ 4.500,00
Aporte Total: R$ 6.060,40



Rentabilidade detalhada



A evolução do patrimônio segue firme. Com aportes constantes, reaplicação dos proventos e rentabilidade, a evolução do patrimônio está indo bem.

Hobbies 


Estou seguindo firme nas corridas. Fiz umas corridas acima de 15 KM e saí até bem. Neste mês o treinamento vai ser mais um pouco forte. Vou incrementar uns tiros nas corridas com o objetivo de melhorar a velocidade.

No violão estou praticando pouco. É uma das metas que estou falhando. Tinha até o objetivo de comprar uma guitarra, mas só irei comprar quando voltar a tocar violão com mais frequência, pois se comprar a tendência é ficar parada também.

Ando melhorando o meu inglês. Comprei um curso online para ter mais foco. Sou muito fraco em conversação e compreendo pouco quando não tem legenda (inglês). Já no espanhol estou até bem e pratico conversação com professores de 2 países e isso está me ajudando muito, só o dólar que não está colaborando (As aulas são pagas em dólares).


Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Ranking dos Piores Bancos em 2018

Eu compilei 3 tabelas dos piores bancos em relação a reclamações dos clientes. As duas primeiras tabelas são dados do Banco Central e última é do site Reclame Aqui. Os dados do Banco Central é referente ao 1º trimestre de 2018, já o do Reclame Aqui é dos últimos 12 meses.

Os 10 bancos com mais reclamações segundo o Banco Central - Com mais de 4 milhões de clientes



Os 12 bancos com mais reclamações segundo o Banco Central - Com menos de 4 milhões de clientes



1 Número de reclamações reguladas procedentes dividido pelo número de clientes e multiplicado por 1.000.000.
2 Quantidade de ocorrências (irregularidades), associadas a reclamações encerradas no período de referência, em que se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil.
3 Total de clientes na base conjugada do Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS) e do Sistema de Informações de Crédito do Banco Central (SCR). 

Para saber mais, consulte o ranking clicando aqui.

Os 20 piores Bancos segundo o Reclame Aqui



Para saber como funciona as notas do Reclame Aqui clique aqui e para ver o ranking completo clique aqui.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Ajustando a carteira de ações


Eu não sou de ficar vendendo ações, gosto mesmo é de comprar, mas faz um bom tempo que estava querendo vender algumas empresas que faziam parte da minha carteira. Atualmente estou com 15 ações diferentes na minha carteira. Desde quando comecei eu fiz algumas besteiras, mas com o tempo fui ajustando a carteira conforme fui aprendendo sobre investimento. 

No início comprei Gerdau, Usiminas por estarem com um preço atraente, nesse caso estavam no fundo do poço, mas por causa dos seus fundamentos apresentados. Estavam e ainda estão péssimas. Depois que vi que tinha feito besteira eu vendi com lucros. Fiquei poucos meses com essas empresas.

Conforme fui aprendendo mais, montei uma carteira com algumas empresas que julgo boas para investimentos. Só que acabei comprando algumas que vi que não são tão boas e acabei vendendo hoje.

A Cemig foi uma empresa que comprei 100 ações há mais de uma ano e vi que tinha feito burrada e não aportei mais nela, mas deixei ela na carteira. Nesse tempo as ações subiram para 100%, só que eu não vendi. Vacilei feio. Só que hoje eu resolvi vendê-la com um lucro pífio de 2%. Não quero empresa ruim na minha carteira. 

Klabin (KLBN4) foi a outra empresa que vendi. Tinha 2368 ações e vendi com um lucro de 16%. Essa empresa não é tão ruim, mas às vezes aprensenta alguns prejuízos e está com uma dívida enorme e também é muito cíclica. 

Com o esse dinheiro resolvi aportar em duas empresas que compõe a minha carteira. Não pretendo colocar novas ações nos meus investimentos, apesar de ter boas empresas que não fazem parte da minha carteira.

Ultrapar é uma empresa que faz parte das minhas ações. Comprei 70 ações por R$ 60,14. As ações dessa empresa caíram muito por esses dias, mas eu acho que ela é uma empresa boa. Apesar da margem baixa, tem uma boa diversificação e tem lucros consistentes e é uma das top da bolsa há muito anos.

Kroton é a outra empresa que fiz algumas aquisições de ações. Comprei 300 ações por R$14,12. É outra ação que caiu muito este ano. Não perdeu fundamentos e acaba de comprar nesta semana a Somos. Isso falta o CADE aprovar, mas é provável que permita a compra.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››